Paulo César Carpegiani, enfim, terá boa parte do elenco à disposição neste domingo, diante do Nova Iguaçu, em Brasília. Com a semana cheia de trabalho no CT do Ninho do Urubu, o técnico do Flamengo observou formações e fez testes de olho no seu time ideal. Uma delas foi colocar Everton na lateral esquerda.

O meia treinou mais uma vez improvisado na função nesta sexta-feira. Ele ainda não fez sua estreia na temporada. Assim como Trauco, lateral-esquerdo de ofício. Renê era quem vinha jogando desde a segunda rodada na posição.

Everton atuou nos últimos anos de forma predominante na ponta esquerda – indo para a lateral apenas em alternativas dentro de jogos.

O Rubro-Negro ainda não contará com Willian Arão neste fim de semana. O volante sentiu dores na panturrilha direita durante o jogo-treino contra o Bonsucesso, na última quinta. Após exame, foi constada uma lesão no local.

Com isso, Carpegiani foi obrigado a mudar de planos. Cuéllar viaja com o grupo para Brasília e deve permanecer na equipe, novamente ao lado do volante Rômulo. Antes da lesão do camisa 5, a ideia do treinador era poupar o colombiano, que está fora nas duas primeiras partidas da Libertadores.

A nova atração do Flamengo, Henrique Dourado, treinou normalmente com o grupo. Ele já está regularizado. A decisão se já será relacionado será tomada após o treinamento deste sábado, antes da viagem – a tendência é de que não vá para Brasília, e que faça sua estreia pela semifinal da Taça Guanabara, na próxima semana.

É provável que Felipe Vizeu, envolvido na negociação com a Udinese, também não viaje. Faltam detalhes contratuais para o atacante ser liberado para fazer exames e assinar com o time italiano. Lincoln é o mais cotado para jogar contra o Nova Iguaçu.

– Fonte: GloboEsporte.com